Protestos no Chile pela educação

Resumo

Em 25 de abril de 2012, estudantes tomaram as ruas do Chile para protestar a favor de um sistema de educação inclusivo e de boa qualidade. Os protestos vieram meses depois do governo ter apresentado uma proposta de reforma para o sistema educacional do país.

Após a apresentação da proposta, o governo não demonstrou nenhum outro sinal de progresso no que tange a educação no Chile, o que levou aos protestos.

Com o vídeo acima assumindo o papel de carro chefe dos protestos, houve também muitas discussões pela internet sobre o assunto.

Pontos positivos

A educação é uma das responsabilidades do Estado que é ubiquamente negligenciada na América Latina. Demonstrações pacíficas da população a favor de medidas afirmativas nessa área são, portanto, positivas.

Pontos negativos

Manifestações desse tipo deveriam ter mais visibilidade na mídia latinoamericana, uma vez que deve servir de exemplo para os demais países do continente.

Opinião

Considerando-se a importância de se investir em educação, e considerando-se a falta de investimentos desse tipo na América Latina, o gesto dos estudantes chilenos é tímido, apesar de muito importante.

Fonte

Anúncios